domingo, 26 de fevereiro de 2017

PASTOR SILAS MALAFAIA É INDICIADO PELA PF


A Polícia Federal (PF) indiciou 49 pessoas, entre as quais, o pastor Silas Malafaia no inquérito decorrente da Operação Timóteo. Deflagrada em dezembro do ano passado, a operação investiga um esquema de corrupção na cobrança de royalties da exploração mineral. A informação foi publicada nessa quinta-feira (23) pela revista IstoÉ e confirmada pela Agência Brasil.

Pelas redes sociais, Malafaia atacou a revista e disse que se tratava de “notícia requentada”. Segundo o pastor, o indiciamento ocorreu no dia 16 de dezembro. Na ocasião, Malafaia foi conduzido coercitivamente pela PF para explicar a existência de um depósito, na conta dele, de um cheque do escritório de advocacia de Jader Pazinato, um dos alvos da operação, no valor de R$ 100 mil.

Para a PF, Malafaia foi beneficiado com recursos ilícitos do esquema de corrupção. O pastor afirma que recebeu uma doação. À época, também por meio das redes sociais, Malafaia disse que recebe ofertas de inúmeras pessoas e que declara todos os valores no Imposto de Renda. “Quer dizer que, se alguém for bandido e me der uma oferta, sem eu saber a origem [do dinheiro], sou bandido?”, questionou o pastor em post publicado em dezembro no Twitter.

De acordo com as investigações, a organização criminosa usava contratos firmados com prefeituras para desviar recursos de arrecadação da mineração. Responsável pelo inquérito, o delegado Leo Garrido de Salles Meira, indiciou Malafaia pelo crime de lavagem de dinheiro.

Por envolver pessoas com foro privilegiado, o inquérito foi remetido ao Superior Tribunal de Justiça. De acordo com a revista IstoÉ, os autos chegaram no dia 17 de janeiro e foram distribuídos ao ministro Raul Araújo. As investigações estão sob a responsabilidade do vice-procurador geral da República, Bonifácio de Andrada.

CONTINUA A CAMPANHA POR DOAÇÃO DE SANGUE PARA A JOVEM THAYNARA RAFAELY AMARAL BEZERRA

O post original ultrapassou milhares de visitas e a campanha continua. Saiba aqui quem pode doar, procure o Hemope de sua região e ajude a pequena Thaynara Rafaely. Doe Sangue, doe vida.

Para aqueles que forem doadores de sangue, familiares e amigos da jovemTHAYNARA RAFAELY AMARAL BEZERRA, que se encontra internada no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira - IMIP iniciaram uma campanha virtual solicitando doações da sangue em nome da mesma. O blog também entra nessa campanha. Doe sangue, doe vida!

Requisitos básicos para doação de sangue

Na triagem de doadores, a Fundação Pró-Sangue obedece a normas nacionais e internacionais. O alto rigor no cumprimento dessas normas visa oferecer segurança e proteção ao receptor e ao doador.

Abaixo estão listados os requisitos básicos e alguns dos principais impedimentos temporários e definitivos para doação de sangue. No entanto, esta lista não esgota os motivos de impedimentos para doação, de forma que outras informações prestadas por você durante a triagem clínica serão consideradas para definir se está apto para doar sangue nesse momento.

Requisitos básicos

» Estar em boas condições de saúde.

» Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).

» Pesar no mínimo 50kg.

» Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

» Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).

» Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Impedimentos temporários

» Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.

» Gravidez

» 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

» Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

» Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

» Tatuagem / maquiagem definitiva nos últimos 12 meses.

» Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

» Qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses.

» Extração dentária (verificar uso de medicação) ou tratamento de canal (verificar medicação): por 7 dias.
» Cirurgia odontológica com anestesia geral: por 4 semanas.
» Acupuntura: se realizada com material descartável: 24 horas; se realizada com laser ou sementes: apto; se realizada com material sem condições de avaliação: aguardar 12 meses.
» Vacina contra gripe: por 48 horas.
» Herpes labial ou genital: apto após desaparecimento total das lesões.
» Herpes Zoster: apto após 6 meses da cura (vírus Varicella Zoster).

Impedimentos definitivos
» Hepatite após os 11 anos de idade. *

» Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.

» Uso de drogas ilícitas injetáveis.

» Malária.

* Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva; Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

Confira outros impedimentos à doação no link "Quem não pode doar".
Respeitar os intervalos para doação

» Homens - 60 dias (máximo de 04 doações nos últimos 12 meses).
» Mulheres - 90 dias (máximo de 03 doações nos últimos 12 meses).

Honestidade também salva vidas. Ao doar sangue, seja sincero na entrevista.

* A Pró-Sangue se preocupa com a segurança das crianças. Se alguma delas vier com você no dia da doação, traga um outro adulto para acompanhá-la.


sábado, 25 de fevereiro de 2017

JOVEM DE VENTUROSA PRECISA DE DOAÇÃO DE SANGUE.

Para aqueles que forem doadores de sangue, familiares e amigos da jovem THAYNARA RAFAELY AMARAL BEZERRA, que se encontra internada no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira - IMIP iniciaram uma campanha virtual solicitando doações da sangue em nome da mesma. O blog também entra nessa campanha. Doe sangue, doe vida!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

BELO JARDIM CANCELA FESTA DE CARNAVAL POR FALTA DE SEGURANÇA

A Prefeitura de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, cancelou a apresentação do Trio e Banda Asas da América depois que a Secretaria de Defesa Social (SDS) do Estado declarou, em ofício enviado pelo 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM), não ter como disponibilizar policiamento ostensivo para o evento, que seria realizado na última terça (21). Em seu site, a prefeitura avisou à população que o show fora cancelado “por falta de segurança” em comunicado assinado pela Secretaria de Governo e Articulação Política do município.

O comunicado da SDS foi feito via ofício, nº 019/3ª EM, do subcomandante do 15º BPM, Major Isaque Bento Barbosa. Para a negativa, o documento justifica que há “falta de efetivo”, “haja vista que o 15º BPM atualmente opera com apenas 40% do efetivo previsto, devido nossos Policiais Militares não estarem tirando escala extra, PJES (Programa de Jornada Extra de Segurança), que nos auxilia a complementar a escassez de efetivo”. A crise da corporação também foi citada como motivo.

No ofício, o subcomandante “roga” que a prefeitura evite “festividades com potencial de atrair público intenso”. “Apesar de todo nosso empenho e dedicação, consideramos temerário permitir tais aglomerações enquanto perdurar a conjuntura”, continua o ofício. “Ademais, informo que qualquer evento que venha a surgir será de inteira responsabilidade de seus idealizadores, pois não podemos garantir a segurança de seus participantes”, concluiu o informe.

Acatando o pedido da SDS, a Prefeitura de Belo Jardim alertou, no comunicado, que “a decisão, por ventura, de algum segmento em descumprir a recomendação da Policia Militar, já acatada por essa municipalidade, ficará sob a responsabilidade dos organizadores”.

Programação
A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), via assessoria de Imprensa, explicou que a Prefeitura de Belo Jardim não havia cumprido o prazo do Grupo de Trabalho (GT) para o Carnaval, que faz uma programação para a Festa de Momo entre outubro e dezembro, para que os efetivos sejam preparados. A PM explicou que o caso de Belo Jardim é isolado, e garantiu que haverá policiamento para o Carnaval em todo o Estado.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

CAOS NA SEGURANÇA PÚBLICA DE PERNAMBUCO: OPOSIÇÃO BATE FORTE EM PAULO CÂMARA

Algumas horas após um assalto milionário estabelecer o clima de terror na Zona Oeste do Recife, a bancada da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) protocolou, no Palácio do Campo das Princesas, um ofício dirigido ao governador Paulo Câmara (PSB) para que o Estado solicite apoio da Força Nacional para reforçar a segurança durante o Carnaval. Os deputados Silvio Costa Filho (PRB), Priscilla Krause (DEM), Socorro Pimentel (PSL), Edilson Silva (PSOL), Bispo Ossésio (PRB), Joel da Harpa (PTN), Augusto César (PTB) e Julio Cavalcanti (PTB) também pretendem encaminhar, ainda nesta terça-feira (21), pedidos ao Ministro da Justiça e da Defesa solicitando apoio do governo federal, em caráter de urgência. 

"É preciso que o governo tenha humildade de ouvir a oposição, ouvir os pernambucanos, porque não é uma situação desconfortável, como o governador disse, é uma situação de descontrole da segurança pública", apontou o líder da Bancada de Oposição na Alepe, Silvio Costa Filho. O grupo entregou o documento na chefia de Gabinete do Palácio e foi recebido pela secretária. 

A oposição mostrou preocupação sobre a insatisfação dos policiais quanto ao Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES). "Nós fizemos um apelo ao governador Paulo Câmara, tendo em vista o crescimento da criminalidade. Em janeiro foram quase 500 assassinados. Até agora nós tivemos mais de dez mil furtos em Pernambuco. A violência é crescente na semana pré-carnavalesca e nós solicitamos a presença da Força Nacional para o Carnaval, tendo em vista a preocupação de todos nós com o aumento da criminalidade e a não participação de policiais no PJES", afirmou Silvio Costa Filho.

Questionado se a iniciativa desta terça foi fortalecida pelo episódio na Zona Oeste do Recife, Edilson Silva afirmou que sim e disse, ainda, que a investida tratou-se de “uma ousadia completa”. “Ou seja, é um ato de quem acredita que o Estado está impotente para combater a criminalidade”, afirmou. 

A deputada estadual Priscila Krause cobrou mais diálogo com o Governo do Estado. De acordo com a democrata, chama atenção as reações do Executivo às proposições e tentativas de diálogo da oposição.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

A JARARACA DO SÃO FRANCISCO QUE O GOVERNO TENTA ESCONDER


 
A última pesquisa de opinião espalhou pânico no governo, na mídia tradicional e em setores da Polícia Federal e do Ministério Público.
Lula lidera em todos os cenários e a reação dos seus algozes já começou.
A isto é chamou um homem mais que suspeito que se diz químico e especialista em nanotecnologia para dizer que levou uma mala de dinheiro para Lula. Explodam-se os fatos!
A Folha afirma que teve acesso a uma suposta delação em que Lula pede para Odebrecht dar treinamento empresarial para um de seus filhos.
A polícia federal diz que Lula e Dilma tentaram enfraquecer a Lava Jato com a nomeação dele para ministro. O engraçado é que a nomeação de Moreira Franco não embaraçou ninguém, só as instituições com dois pesos e duas medidas.
E agora escondem a transposição da água do São Francisco.
A água que já chegou até Custódia e Sertânia. A água que vai beneficiar milhões de nordestinos e que só chegou até aqui graças ao esforço de pessoas que pensaram o Brasil como um todo. Pessoas que lutaram pelo povo e por isso nunca serão perdoados.
Quando foi levado debaixo de vara em um dos vários abusos de autoridade do juiz Moro, Lula disse que a jararaca estava viva.

Hoje ela está viva e engordando. O povo sabe que não tem dedo de Michel Temer ou do PSDB na água que vem trazendo esperança. Os erros do governo, o arrocho para os mais pobres, as reformas que castigam trabalhadores e a falta de confiança nos demais políticos estão inflando o sentimento de saudade de Lula.

O povo recorda do tempo em que o Brasil crescia com superação da miséria e melhores condições para amplos setores da população.
Dificilmente a força do líder trabalhista será eclipsada em 2018.

Se ele ficar livre vira presidente, se for preso vira mártir.


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

IMAGENS QUE RENOVAM NOSSA ESPERANÇA. Chuva em Venturosa.

Foto de Pedro Henrique Torquato - Rede Social
Euclides da Cunha, autor da célebre obra Os Sertões, descreveu o Nordestino como sendo, antes de tudo, “um forte”.
Somos um povo forte, bravo e esperançoso.
Somente a fé é capaz de alimentar nossa força diante de toda a desesperança que nossos olhos vislumbram tão constantemente. Com esse já se vão seis anos de seca.
Seis anos.
Mais da metade do rebanho bovino do nosso estado foi dizimado.
Mais da metade dos municípios do nosso estado já decretaram calamidade por falta de água.
Ficamos sem palma, o mandacaru que nos socorreu ficou difícil. O bagaço de cana foi um refrigério, mas a ganância de alguns serviu de instrumento de exploração dos pequenos.
Os pipas reinam. Há quem diga que alguns que lucram com essa situação chegaram a pedir que a água não retornasse tão cedo.
Deus nãos os ouviu, não os ouvirá.
A chuva cai sobre justos e injustos, porque Deus é um pai cheio de bondade e misericórdia.
É a fé nEle que nos torna fortes.
E essas duas imagens, registradas por dois amigos que amam nossa cidade, Pedro Henrique Torquato e Hebert Campos, mostram que basta um pequeno sinal para que nossas forças se renovem.
Como dizem nossos poetas: “No inverno Deus monta a oficina que concerta os problemas do Sertão”.
As chuvas voltarão, se Deus quiser.
E enquanto elas não chegam, basta-nos a fé para aumentar nossa força e renovar nossa esperança.
Somos nordestinos.

Ter força está na natureza de nossa gente.

Foto de Hebert Campos - Rede Social

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Até quando a barragem da Ingazeira sofrerá abandonada?


A foto do amigo Nilton Santos é quase um pedido de socorro.

O açude ou barragem da Ingazeira é o principal reservatório de água de Venturosa. Era da Ingazeira que saía a água que chegava às torneiras domésticas antes dessa longa estiagem castigar nosso Nordeste amado. Dela saía a água que irrigava os plantios de tomate e os peixes que geravam renda para uma colônia de pescadores.

Não é a primeira vez que a Ingazeira seca e nos mostra seu solo rachado. E todas as vezes que a vi secar me fiz a mesma pergunta: por que os responsáveis pela barragem não a limpam? Ela está assoreada, sua capacidade de armazenamento reduzida. A vegetação cresceu em seu meio. Há detritos sólidos, lixo, muita coisa que não deveria estar ali.

Por que se perde a oportunidade de limpá-la, de lhe devolver a plena capacidade ou ampliá-la? Outras cidades "aproveitaram" a oportunidade para tratar desse problema, confiando que Deus há de mandar chuvas em breve. Venturosa parece ir num caminho diferente.

Mesmo com o projeto de construir um novo e maior açude, mesmo com a esperança de receber águas do cansado São Francisco, não devemos virar as costas para quem sempre nos socorreu.

Mais vale um pássaro na mão do que dois voando. Precisamos de civilidade, seriedade e respeito com os recursos que a natureza nos fornece. Salvem nossa Ingazeira!

Que o governo do Estado, o do nosso município e todas as forças que sejam responsáveis se unam nessa empreitada. Não desperdicem a chance de investir na vida das pessoas. No futuro todos agradecerão.

AO RECEBER O PRÊMIO CAMÕES, RADUAN NASSAR FAZ DISCURSO HISTÓRICO CONTRA O GOVERNO TEMER

Raduan Nassar, um dos gênios da literatura que ainda vivem, recebeu nesta semana o Prêmio Camões de 2016 – entregue a cada ano pelos governos de Brasil e de Portugal a escritores expressivos da língua portuguesa.
Autor de Lavoura Arcaica e Um copo de cólera, Nassar, que está aposentado há 30 anos, aproveitou a oportunidade para se manifestar contra o Governo de Michel Temer, referindo-se a ele como “repressor”.
Leia a íntegra do discurso de Raduan Nassar:
Excelentíssimo Senhor Embaixador de Portugal, Dr. Jorge Cabral.
Senhor Dr. Roberto Freire, Ministro da Cultura do governo em exercício.
Senhora Helena Severo, Presidente da Fundação Biblioteca Nacional.
Professor Jorge Schwartz, Diretor do Museu Lasar Segall.
Saudações a todos os convidados.
Tive dificuldade para entender o Prêmio Camões, ainda que concedido pelo voto unânime do júri. De todo modo, uma honraria a um brasileiro ter sido contemplado no berço de nossa língua.
Estive em Portugal em 1976, fascinado pelo país, resplandecente desde a Revolução dos Cravos no ano anterior. Além de amigos portugueses, fui sempre carinhosamente acolhido pela imprensa, escritores e meios acadêmicos lusitanos.
Portanto, Sr. Embaixador, muito obrigado a Portugal.
Infelizmente, nada é tão azul no nosso Brasil.
Vivemos tempos sombrios, muito sombrios: invasão na sede do Partido dos Trabalhadores em São Paulo; invasão na Escola Nacional Florestan Fernandes; invasão nas escolas de ensino médio em muitos estados; a prisão de Guilherme Boulos, membro da Coordenação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto; violência contra a oposição democrática ao manifestar-se na rua. Episódios todos perpetrados por Alexandre de Moraes.
Com curriculum mais amplo de truculência, Moraes propiciou também, por omissão, as tragédias nos presídios de Manaus e Roraima. Prima inclusive por uma incontinência verbal assustadora, de um partidarismo exacerbado, há vídeo, atestando a virulência da sua fala. E é esta figura exótica a indicada agora para o Supremo Tribunal Federal.
Os fatos mencionados configuram por extensão todo um governo repressor: contra o trabalhador, contra aposentadorias criteriosas, contra universidades federais de ensino gratuito, contra a diplomacia ativa e altiva de Celso Amorim. Governo atrelado por sinal ao neoliberalismo com sua escandalosa concentração da riqueza, o que vem desgraçando os pobres do mundo inteiro.
Mesmo de exceção, o governo que está aí foi posto, e continua amparado pelo Ministério Público e, de resto, pelo Supremo Tribunal Federal.
Prova da sustentação do governo em exercício aconteceu há três dias, quando o ministro Celso de Mello, com suas intervenções enfadonhas, acolheu o pleito de Moreira Franco. Citado 34 vezes numa única delação, o ministro Celso de Mello garantiu, com foro privilegiado, a blindagem ao alcunhado “Angorá”. E acrescentou um elogio superlativo a um de seus pares, o ministro Gilmar Mendes, por ter barrado Lula para a Casa Civil, no governo Dilma. Dois pesos e duas medidas.
É esse o Supremo que temos, ressalvadas poucas exceções. Coerente com seu passado à época do regime militar, o mesmo Supremo propiciou a reversão da nossa democracia: não impediu que Eduardo Cunha, então presidente da Câmara dos Deputados e réu na Corte, instaurasse o processo de impeachment de Dilma Rousseff. Íntegra, eleita pelo voto popular, Dilma foi afastada definitivamente no Senado.
O golpe estava consumado!
Não há como ficar calado.
Obrigado. 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

EM PESQUISA CNT LULA DISPARA. ALÉM DELE SÓ BOLSONARO SOBE


A pesquisa da CNT/MDA confirma o que o Datafolha já tinha detectado.
Lula cresceu. E não foi pouco. A pesquisa anterior da CNT, de outubro do ano passado, mostrava Lula com 11,4% na espontânea e 24,8% na estimulada. A pesquisa de agora mostra Lula com 16,6% na espontânea e 30,5% na estimulada.
Aécio caiu para quarta posição, atrás de Bolsonaro e Marina Silva.
O único candidato que está crescendo, além de Lula, é Bolsonaro.
***
Abaixo, os números da pesquisa 133, da CNC/MDA, divulgada hoje, 15/02/2017.
CONJUNTURAIS
Eleição presidencial 2018
1º turno: Intenção de voto espontânea
Lula: 16,6%
Jair Bolsonaro: 6,5%
Aécio Neves: 2,2%
Marina Silva: 1,8%
Michel Temer: 1,1%
Dilma Rousseff: 0,9%
Geraldo Alckmin: 0,7%
Ciro Gomes: 0,4%
Outros: 2,0%
Branco/Nulo: 10,7%
Indecisos: 57,1%
1º turno: Intenção de voto estimulada
CENÁRIO 1: Lula 30,5%, Marina Silva 11,8%, Jair Bolsonaro 11,3%, Aécio Neves 10,1%, Ciro Gomes 5,0%, Michel Temer 3,7%, Branco/Nulo 16,3%, Indecisos 11,3%
CENÁRIO 2: Lula 31,8%, Marina Silva 12,1%, Jair Bolsonaro 11,7%, Geraldo Alckmin 9,1%, Ciro Gomes 5,3%, Josué Alencar 1,0%, Branco/Nulo 17,1%, Indecisos 11,9%
CENÁRIO 3: Lula 32,8%, Marina Silva 13,9%, Aécio Neves 12,1%, Jair Bolsonaro 12,0%, Branco/Nulo 18,6%, Indecisos 10,6%
2º turno: Intenção de voto estimulada
CENÁRIO 1: Lula 39,7%, Aécio Neves 27,5%, Branco/Nulo: 25,5%,
Indecisos: 7,3%
CENÁRIO 2: Aécio Neves 34,1%, Michel Temer 13,1%, Branco/Nulo: 39,9%,
Indecisos: 12,9%
CENÁRIO 3: Aécio Neves 28,6%, Marina Silva, 28,3%, Branco/Nulo: 31,9%,
Indecisos: 11,2%
CENÁRIO 4: Lula 42,9%, Michel Temer 19,0%, Branco/Nulo: 29,3%,
Indecisos: 8,8%
CENÁRIO 5: Marina Silva 34,4%, Michel Temer 16,8%, Branco/Nulo: 35,2%,
Indecisos: 13,6%
CENÁRIO 6: Lula 38,9%, Marina Silva 27,4%, Branco/Nulo: 25,9%,
Indecisos: 7,8%
LULA LIDERANDO PRIMEIRO TURNO É SINAL DE QUE O POVO NÃO É BOBO.
Não é questão de dizer se ele é culpado ou inocente nas ações em que é autuado como réu. O fato de ser réu não presume culpa e pode ser que ele seja inocentado ao final do processo.
Mas chama a atenção de pessoas que têm interesse por política o fato de Lula, linchado todos os dias pelos grandes veículos de mídia, sendo tratado por estes como sendo a mente criminosa que instituiu a corrupção no Brasil, aparecer liderando pesquisas de opinião.
Acredito que isso se dá pelo simples fato do povo não ser bobo. Os trabalhadores, os que são mais atingidos pelo golpe parlamentar do ano passado, têm consciência de que a crise econômica foi agravada para que a derrubada de Dilma fosse possível. O povo enxerga os dois pesos e duas medidas para o tratamento de casos semelhantes.
O povo também sente e sabe que os dois governos tratam os mais pobres de forma diferente. Ele não está satisfeito com as reformas de Temer que condenam o país ao passado. Parte da população ainda está acordando do baque, mas tão logo sinta na pele o peso da conta, não vai tardar a se indignar.
"A saudade de Lula" já aparece em pesquisas encomendadas por jornais que se planejam para destruí-lo. Os mais jovens não sabem como era o Brasil antes da transformação social iniciada pelo líder trabalhista, mas sente o desgoverno Temer.
O povo não é bobo. Sabe que dos atuais mandatários nenhum é melhor que Lula, mais inocente ou mais engajado com o crescimento do país.
Se Lula escapar do parcial Sérgio Moro, poderá voltar à presidência pelo simples fato de que os que hoje ditam os rumos do país não conseguirem dar ao povo condições mínimas de saúde, trabalho e dignidade.
O povo escolherá pelos seus interesses.
Nisso ele nada tem de bobo.

A RADICALIZAÇÃO DA POLÍTICA SERVIU PARA BOLSONARO
Jair Messias Bolsonaro surfa na radicalização política fabricada no Brasil. Político polêmico, de discurso duro e defensor de temas controversos. Bolsonaro é um sinal dos tempos modernos. Em épocas de crise parte das pessoas abdica do senso crítico e deseja um salvador, alguém em quem projetam sua ansiedade. Bolsonaro surge como o defensor da pauta da direita ultrarradical. Parte do seu discurso encontra respaldo graças a falência das instituições. Numa sociedade marcada por impunidade, Bolsonaro quer que o "cidadão de bem" possa ter arma para se "defender", afirma o velho jargão de que "bandido bom é bandido morto", mas não é só isso, defende o Estado mínimo, a ampla e irrestrita privatização e a revisão de direitos já conquistados. Grupos indígenas e demais minorias estariam na mira do "Bolsomito".
A fala de Bolsonaro é machista. No passado defendeu golpe caso tomasse o poder. Na tribuna elogiou o coronel Ustra, torturador no regime militar. Bolsonaro não apresenta propostas para o crescimento, não debate economia, políticas de transferência de renda ou grandes projetos para o país. Ele não precisa. Seus seguidores querem alguém que imponha respeito, arme polícia e cidadãos "de bem", persiga os "esquerdopatas" e "coloque ordem no país".
Na tentativa de queimar as esquerdas, nossa mídia deu voz a grupos que flertam com o fascismo. Esses grupos e o cidadão de perfil mais conservador compõe a base atual de Bolsonaro. Mas não se assustem se o seu populismo de direita angariar mais votos. O Brasil vive tempos estranhos.
CRESCIMENTO DE LULA OFUSCA CIRO GOMES, ISSO NÃO DEVERIA ACONTECER
Em pesquisas anteriores Ciro se aproximava de Bolsonaro. Com o crescimento de Lula a distância entre os dois cresceu muito. A esquerda tem saudades de Lula.
Ciro tem formação em Direito e fez Economia em Havard. Atuou na iniciativa privada e tem ficha limpa. Além disso fez parte da equipe econômica do plano Real e tem caráter trabalhista. O cearense pode personificar a renovação do trabalhismo brasileiro na era pós Lava Jato. O pré-candidato tem percorrido o Brasil, mas não tem perfil oficial em redes sociais e peca por isso. Com Ciro no debate o Brasil tem a chance de ultrapassar a polarização PT X PSDB e, com sorte, ouvir um político que deseje governar sem o PMDB.
AÉCIO e MARINA
Estrelas da eleição passada que podem não brilhar nessa. Marina ficou famosa por mudar muito rápido de opinião. A verde ainda pode ser investigada em desdobramentos da operação Turbulência. Aécio seria o "primeiro a ser comido" segundo Romero Jucá. O Mineirinho foi fartamente citado na Lava Jato, é investigado por superfaturamentos na cidade administrativa e tem perdido prestígio junto aos seus pares. Além disso, caso a gestão do prefeito de São Paulo, João Dória, decole, esse deve oxigenar Geraldo Alckmin .

POLÍCIA FEDERAL REALIZA OPERAÇÃO EM GARANHUNS E OUTROS MUNICÍPIOS DO AGRESTE

Do G1 Caruaru - A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (15) a Operação “Cosa Nostra”, que tem por objetivo desarticular uma organização criminosa que se instalou em diversas prefeituras dos municípios do Agreste pernambucano. Desde às 6h, 70 policiais federais e dez membros da Controladoria Geral da União (CGU) estão cumprindo a 17 mandados de busca e apreensão nos municípios de Agrestina (3), Caruaru (6), Garanhuns (7) e São João (1). 
Os mandatos buscam arrecadar e apreender material comprobatório (documentos, planilhas, mídias de computador) para subsidiar as investigações que estão em andamento. Além da PF, paricipam da ação o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União-CGU, e Tribunal de Contas do Estado.
As investigações da Polícia Federal iniciram em junho de 2016 e foram baseadas em relatórios da CGU, sendo motivadas por denúncias de um vereador de um dos municípios investigados. Foram constatadas, segundo a PF, diversas irregularidades envolvendo a contratação de empresas, valendo-se de favorecimento a determinado cartel compostas de sócios-laranjas, que de forma reiterada vinha se sagrando vencedoras em licitações para execução de obra públicas com verbas federais especialmente na área da saúde e da educação e infraestrutura.
De acordo com a PF, a organização criminosa contava com a participação de agentes públicos municipais para fraudar processos licitatórios com direcionamento de seus resultados. Os valores de recursos públicos destinados às empresas investigadas de modo a beneficiar políticos, parentes e empresários gira em torno de 100 milhões de reais em empenhos suspeitos envolvendo 10 prefeituras.
Serão indiciados oito pessoas suspeitas entre políticos, representantes de empresas e servidores públicos, os quais serão responsabilizados na medida de sua participação nos crimes de frustação de caráter competitivo de licitação, fraude na contratação, corrupção ativa e passiva, crime de responsabilidade, cujas penas somadas ultrapassam os 30 anos reclusão.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

GOVERNADOR PAULO CÂMARA QUER PREFEITOS ENGAJADOS NO PACTO PELA VIDA. A CRIMINALIDADE NÃO PODE VENCER PERNAMBUCO

Com o objetivo de aprimorar as ações do programa Pacto Pela Vida e estabelecer novas parcerias estratégicas no combate à violência no Estado, o governador Paulo Câmara se reuniu, hoje, no Palácio do Campo das Princesas, com 13 dos 14 prefeitos da Região Metropolitana do Recife (RMR) e seus respectivos secretários de segurança. Na oportunidade, foi feita uma apresentação detalhada das ações e índices do programa, assim como da atuação de outras políticas sociais de prevenção a crimes, no âmbito municipal, que ajudem a reforçar e intensificar o trabalho policial e oferecer mais segurança à população. A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes foi representada por auxiliares do Executivo do município.
“Apresentamos as ações que o Governo de Pernambuco tem feito a partir das polícias, do combate ao crime organizado, do combate ao tráfico de drogas, na busca incansável de promover segurança pública no nosso Estado. E fizemos também um longo debate sobre parcerias. Ouvimos os municípios e estamos dispostos a trabalhar muito juntos. O nosso objetivo é juntar esforços. Eu tenho a convicção de que a gente tem condições de avançar, de potencializar os resultados e de fazer parcerias consistentes para a melhoria da segurança pública. Com as parcerias certas, nós vamos poder dar respostas mais rápidas e promover um Estado mais seguro para todos”, declarou o governador Paulo Câmara.
O chefe do Executivo estadual defendeu a importância do papel de cada município no trabalho em conjunto. “Nós temos o mapeamento de todos os municípios, de todas as áreas de segurança onde está acontecendo mais crimes, mais furtos, mais assaltos. E, a partir desse amplo diagnóstico, teremos condições de aprimorar a atuação do efetivo. Cada cidade tem suas peculiaridades, mas todas podem contribuir, seja na melhoria da educação, da qualificação e empregabilidade, no aperfeiçoamento das políticas sociais de ressocialização e inclusão social ou na questão na iluminação pública, por exemplo. Ou seja, são várias as formas de colaboração”, pontuou.
Os secretários Márcio Steffani (Planejamento e Gestão e coordenador do Pacto Pela Vida), Angelo Gioia (Defesa Social), Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos), Silvia Cordeiro (Mulher) e Roberto Franca (Desenvolvimento Social) realizaram intervenções durante a reunião, destacando ações de caráter preventivo implementadas por suas respectivas pastas que se somam no combate à violência no Estado. “Já estamos realizando, junto com as prefeituras e o Corpo de Bombeiros, algumas operações de fiscalização em bares, postos de gasolina e outros ambientes comerciais, dos quais já interditamos mais de 70, por conta do descumprimento das normas municipais. Ações de fiscalização no trânsito, mas especificamente em relação às motocicletas, que são muito utilizadas em roubos e assaltos, também estão sendo intensificadas”, salientou Márcio Steffani.
Ângelo Gioia, ressaltou os impactos que as futuras parcerias com os Executivos municipais vão gerar na atuação dos poderes policiais. “Nós sabemos dos índices de violência e vamos trabalhar junto com os prefeitos e suas equipes para tentar diminuí-los.  É um compromisso que temos com a sociedade e que vamos trabalhar sem descanso para cumpri-lo”.
Paulo afirmou ainda que o Governo vai continuar trabalhando para promover um ambiente mais harmonioso e seguro para a população, inclusive no Carnaval, destacando os esforços que tem feito para a valorização dos policiais e bombeiros militares.  “O Carnaval está sendo bem planejado. Na próxima semana, a Secretaria de Defesa Social vai anunciar todo o esquema da programação. Mas estamos muito convictos que demos um passo importante com esse Projeto de Lei que foi enviado à Assembleia Legislativa, que valoriza a carreira (dos policiais militares), que mostra claramente a nossa preocupação com a valorização dos policiais e bombeiros militares. E que mostra o esforço financeiro que poucos Estados estão tendo condições de fazer, e que nós estamos priorizando”.
E continuou: “Nós vamos trabalhar muito para impedir que a bandidagem queira se impor no nosso Estado. Não vamos permitir isso. Vamos buscar dar respostas rápidas, prender quem tiver que prender e, ao mesmo tempo, trabalhar com aqueles que querem o bem da população pernambucana. Estamos muito satisfeitos com os resultados da reunião e, ao mesmo tempo, conscientes de que o nosso compromisso com a segurança pública e a nossa responsabilidade com o bem estar dos pernambucanos vai exigir um trabalho diário e incansável de cada um de nós”, registrou.
RODADAS – Na ocasião, o governador anunciou encontros futuros com gestores municipais de todo o Estado. “Essa foi a primeira rodada de conversas, nós vamos ter muitas outras. E, ao mesmo tempo, nós vamos iniciar outros fóruns, com prefeitos da Zona da Mata, Agreste e Sertão de Pernambuco. Porque isso é uma questão que não deve ser trabalhada apenas pelo Governo, mas por cada município. Nós precisamos dessa união para podermos avançar cada vez mais e conseguir alcançar resultados satisfatórios”, disse.